Currículo o que é preciso para fazer um bom. O currículo é uma das melhores formas de marketing pessoal. No entanto, cuidado! Deve refletir a verdade. Embora os processos seletivos tenham evoluído e novas metodologias tenham sido incorporadas para facilitar a seleção de talentos, a triagem de currículo ainda está presente na grande maioria dos processos utilizados pelas empresas.

Portanto, você só conseguirá um emprego se o seu currículo descrever adequadamente o seu perfil. Lembre-se: a triagem de currículos é a primeira etapa! Portanto, qualquer problema o desclassificou do processo seletivo. Um número de telefone ou e-mail incorreto, experiência profissional que não descreve adequadamente as responsabilidades ou formação acadêmica sem o nível adequado de detalhes podem dificultar as coisas ou mantê-lo na lista de espera para o emprego desejado

Ou seja, o currículo é a sua ferramenta de vendas, ele deve deixar claro o que você tem a oferecer. Mas, esse documento deve refletir suas habilidades, deve apresentar evidências de conquistas e certificações reais. Um bom CV deve ser conciso, claro e objetivo, sem rasuras e informações desnecessárias. Nenhuma informação, por exemplo, sobre cursos que não sejam compatíveis com a área de atividade pretendida ou que inclua uma auto avaliação das suas competências.

Currículo o que é preciso para fazer um bom.
Currículo / Foto Canva Pró.

Confira as dicas a seguir: Currículo;

Exemplo: “Sou muito dedicado e criativo.” Sendo assim, esta avaliação vai ficar por conta do avaliador durante a entrevista. Mas, o que você deve descrever são seus projetos, atividades e conquistas que refletem suas habilidades. Em primeiro lugar, um bom currículo exige uma formatação simples e uma edição perfeita, sem nenhum erro de português. Independentemente da sua profissão ou cargo, nenhum recrutador concorda com isso.

Comece com o básico: nome e contatos pessoais no cabeçalho. Em seguida, está a estrutura curricular e está dividida em sete seções que aparecem nesta ordem:

01 – DADOS PESSOAIS: Currículo;

• Não é necessário fornecer seu endereço completo.

• Certifique-se de que as informações do seu LinkedIn sejam iguais às do seu currículo.

02 – OBJETIVOS: Currículo;

Tenha cuidado para não limitar as oportunidades ao expressar seu objetivo, mas tente ser claro sobre o que você busca. Portanto, essa deveria ser uma informação excepcional.

03 – RESUMO DAS QUALIFICAÇÕES: Currículo;

Sendo assim, um resumo das qualificações é um resumo das informações mais importantes do seu currículo. Então, facilita a triagem inicial de currículos pelos selecionadores. Por isso, deve ser preparado com muito cuidado e atenção. Recomenda-se incluir de 8 a 10 itens.

Observe que existem indicadores de desempenho no resumo que mostram a dimensão do desempenho, a complexidade e as entregas realizadas. Esses aspectos atraem muita atenção dos profissionais de RH.

04 – TREINAMENTO: Currículo;

Um currículo tradicional, usado por quem está há mais tempo no mercado, traz experiência profissional antes da formação. Porém, no início da carreira, quando sua experiência é majoritariamente acadêmica, é melhor dar uma reviravolta para enfatizar seus estudos e desenvolvimento. Inclua as formações em ordem cronológica, da mais nova para a mais antiga.

05 – HISTÓRIA PROFISSIONAL: Currículo;

Importante neste tópico é expressar suas responsabilidades incluindo O QUE, COMO, PARA QUE O RESULTADO, tentar conectar projetos e atividades com as habilidades necessárias para o cargo.

Exemplo:

Redução de 35% (CO) de sucata na área de telhas galvanizadas através de controle de processos de automação, procedimentos de qualidade e treinamento de operadores (HOW), representando uma economia mensal de US$5.000 (RESULTADO).

Habilidades usadas nesta descrição:

  1. Dominar os conceitos de qualidade, custos e gestão de processos;
  2. Gestão operacional;
  3. Ter o domínio nos processos de automação e produção de ladrilhos;
  4. Desenvolvimento das pessoas;

Cuidado: 

Tenha cuidado para não incluir informações confidenciais de empresas com as quais você trabalhou, certifique-se de que sejam dados públicos ou tente dar uma ideia geral do escopo de sua responsabilidade ou projeto. Exemplo: Em vez de escrever “receita de R$10 milhões”, você pode incluir “aumento de 20% na receita entre 2018 e 2019”.

06 – IDIOMAS: Currículo;

Evite inglês básico!

Sendo assim, quando uma posição exige um idioma e você não tem o nível exigido, nem mesmo o inglês básico vai ajudar. Então o caminho leva ao estudo! Então, a proposta é incluir: Inglês + nível (em andamento).

Ou seja, em termos de nível, são recomendadas quatro classificações. 

Veja abaixo em qual desses níveis você se enquadra: Currículo;

1) BÁSICO: fácil compreensão da linguagem

2) MÉDIO: pode iniciar uma conversa

3) AVANÇADO: fala bem e sabe ler e escrever

4) FLUENTE: pleno entendimento do idioma

Seja honesto sobre o seu nível de proficiência no idioma. Não adianta superestimar a avaliação do idioma, a maioria dos cargos que exigem inglês incluem testes ou entrevistas em inglês.

07 – CURSOS DE APERFEIÇOAMENTO: Currículo;

Portanto, neste tópico inclua os cursos básicos, aqueles que complementam a sua formação e contribuem para o desempenho das atividades que deseja exercer. Aliás, não inclua cursos que não estejam relacionados à sua área de atuação.

O último conselho é o seguinte: Currículo;

Então, expanda sua vida profissional online. Portanto, os recrutadores sabem que a vida profissional não se limita a um currículo impresso e com certeza fazem pesquisas. Mas, para garantir uma boa apresentação, mantenha sua página do LinkedIn organizada e atualizada. Contudo, escolha bem a foto do seu perfil, as palavras-chave, acompanhe empresas e faça parte de grupos, compartilhe e comente conteúdos relevantes que estão em alta. Saiba como se levantar.

Além disso, o LinkedIn, a busca pode ser estendida a outras redes sociais como Instagram e Facebook. O que você compartilhou neles? Se você fosse um recrutador, você se contrataria?

Certamente, um plano de carreira ideal começa com um currículo que fale bem de você. Então, considere estas dicas e confie em suas habilidades ao definir as suas. São eles que garantem o seu progresso e sucesso profissional.

Fonte: https://www.meucurriculoperfeito.com.br/

Facebook Comments Box